SEJA BEM VINDO...AO BLOG UBATUBENSE..

Bem vindo ao Blog Ubatubense...

MEMÓRIA....São lembranças , reminiscências , vivências de nossos ancestrais que permanecem vivas em nossa consciência. É ela a mediação entre o passado e o presente e garante que toda produção humana não seja em vão, tenha um sentido na construção do presente do presente. Tem ampla área de atuação: linguagens e códigos, ciências da natureza, matemática, ciências humanas ou qualquer outra área gerada pelo pensamento humano. Cabe lembrar a importância da aventura que propomos para garantir a memória de nossa cidade e nossa entidade, tendo em vista as profundas alterações históricas ocorridas em nossa região, a partir da segunda metade do século XX. Mudanças que vão desde a alteração na ocupação do espaço, bem como na forma de vida e principalmente em grandes ondas de migrantes que chegam a Ubatuba e que não tiveram acesso a essas lembranças.






terça-feira, 17 de janeiro de 2017

CONSTRUINDO O PASSADO 2/ 8

Veja no croqui que a avenida Brasil encontra-se obstruída a partir da rua Gastão Madeira até a rua Hans Staden. Esse trecho se encontra em litígio, ou pelo menos se encontrava, com terras do aeroporto, prefeitura e particulares. A partir da rua Hans Staden, a rua Liberdade, seria alargada em 5,00 metros até a avenida Iperoig, recuando-se a cerca do aeroporto, e daí seguindo pela rua Guarani até a rua Guaicurus.



ANJOS DA SAÚDE - PARTE 4




Certa vez, Tio Juquinha foi denunciado anonimamente na Secretaria da Saúde da Capital Bandeirante, por prática ilegal da medicina, sendo designado para apurar a denúncia o médico da capital Dr. Wladimir de Toledo Piza. Aqui chegando, foi a Botica do Tio Juquinha, sita a rua do Comércio nº 374, hoje calçadão da avenida Dona Maria Alves. 


Dona Maria do Carmo de Oliveira





 
Arquivo EASN 

Maria do Carmo de Oliveira   e   Eduardo Antonio de Souza Neto ( In memorians)......



Dona Maria do Carmo de Oliveira faleceu. Uma senhora idosa, pequenina, sempre a pé pelas ruas da cidade, carregando o peso de uma vida cheia de dificuldades que, contudo, não a impedia de dar sonoras gargalhadas. Há algum tempo não a via. 


ESTAMOS VIVOS................


Roteiro turístico 1951 (Arquivo JRS)

   

                        Não tem como deixar de lado uma história que sempre está vindo à tona, como esta do Boi de Conchas! 


               Como é importante cada elaboração cultural! Imagine a sabedoria dos povos maias, na América Central, ser tão respeitada mesmo depois de tantos séculos da dominação dos povos europeus, das culturas de massas que dominam a mídia! Hoje estamos, de acordo com os conhecimentos dessa cultura indígena, iniciando um novo ciclo. 

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

CONFIRA AS 10 POSTAGENS + VISITADAS DO BLOG UBATUBENSE.........

8144
7526
3763
16 de set de 2008, 2 comentários
2876
25 de ago de 2014, 3 comentários
2579
2272
1981
22 de abr de 2010
1873
19 de ago de 2010, 1 comentário
1757
12 de abr de 2009, 2 comentários
1431


SOBRE O ANTIGO PRÉDIO DA CÃMARA MUNICIPAL.



Todo mundo vem para Ubatuba pensando literalmente em Praias, mas é certo e fantástico que Ubatuba tem uma história muito rica, e compensa conhecer.
Em meados do século XIX a Câmara Municipal de Ubatuba adquiriu o Paço Nóbrega, que na época pertencia ao Dr. José Paulo da Rosa e Bonsucesso Galhardo, instalando-se nele em 05 de janeiro de 1864. 




quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

GRANDE ISAÍAS! GRANDE ALCINA!



Amigo Júlio Mendes, no mês de maio, na espera de uma tainha assada, me enviou esta preciosidade de poesia. Publico agora em homenagem ao casal Isaías e Alcina, os responsáveis pela existência do Júlio, grande artista popular caiçara, pai do Ranchinho Caiçara, do Boi de Conchas e de tantas outras iniciativas.  Que em 2017 possamos fazer mais pela cultura caiçara. Viva o Grupo Cantamar!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

RANCHO DO GALO - PEREQUE AÇU - 1949


Ubatubenses curtindo a Praia do Perequê Açu, em 1949

 OLHA O COMEÇO DO RANCHO DO GALO AI- AS PESSOAS CADE AS BARRIGAS DOS HOMEM DAQUEL EPOCA -OLHA MARININHO COM 6 ANINHO AO LADO COM MEU IRMÃO VENDENDO DOCE . — com MARIO COUTINHO, Ubatuba Antiga, Bichinhos Meigos, Seu Estanilau do rancho, Edson Coelho, seu Chies e Ze Fernandes.

Cortesia  de Marino da Fonseca Via Facebbok

A GRUTA QUE CHORA




Marcelina, jovem graciosa e alegre, de repente pareceu aniquilar-se, alimentando-se mal, perdendo as cores sem ânimo até para as tarefas costumeiras. Remédios já os havia tomado em grande quantidade, mas nada resolvia. Dias se passaram, até que certa madrugada, ao raiar do dia, Sinhá Anália,mãe da moça, ouvindo soluços provindos do quarto da filha para lá se dirigiu, encontrando-a murmurando palavras desconexas que pareciam ser:
 

O Aeroporto e a História do Transporte Aéreo em Ubatuba




quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

SÓ RESTARAM AS PALMEIRAS.....









             Escolhi três imagens da mesma esquina (Condessa de Vimeiro com Salvador Correia, na Praça da Exaltação da Santa Cruz, "Praça da Matriz"), distantes no tempo: a primeira em 1950, a segunda destes dias de 2016, a terceira de 1960. Na mais antiga, na parte mais clara, bem na esquina, funcionava o Hotel Ubatuba, sob os cuidados do Alexandrino e da Idalina Graça. 

ANJOS DA SAUDE - PARTE 3






A 2ª farmácia homeopática, a “Botica” do Sr. José Egydio da Costa Ferreira, o Tio Juquinha, na rua do Comércio nº 374, hoje Calçadão da avenida Dona Maria Alves, que se tornou o mais conhecido e o mais respeitado pela população, com suas doses homeopáticas milagrosas. Ele dominava com competência a técnica do sistema terapêutico criado por Christian Friedrich Samuel Hahnemann (1755 – 1843), a homeopatia. Muitas histórias foram relatadas sobre o legendário Tio Juquinha, veja esta: