segunda-feira, 5 de junho de 2017

MUSEU UBATUBENSE

Museu Washington de Oliveira - Ubatuba  (Arquivo JRS)

                O Iluminismo se caracterizou pela crença no poder da luz da razão para buscar o conhecimento. Na base desta corrente filosófica estão pensadores importantes para a Revolução Francesa (Diderot, Voltaire etc.) e para tantas outras revoluções. 
 
 
 
Os desdobramentos de suas reflexões estão nos processos de independência de muitos países, inclusive do Brasil. O grupo mineiro, os inconfidentes da região mineradora bebiam nesta fonte. Na verdade, a razão deveria ser desenvolvida ao máximo. O Velho Kant repetia sempre: Sapere aude! (Ousai saber!).
                No desejo de estar sempre buscando o conhecimento, vale recorrer a todas as dinâmicas de estudo, a todos os recursos tecnológicos e a todos os espaços de pesquisa. O importante nisso tudo como ponto de chegada (meta) é alcançar a autonomia, o pensar por si próprio. Assim iremos nos esclarecendo.
                O museu é um dos espaços de esclarecimento. Portanto, ao achar bom que o Museu Histórico (de Ubatuba) está reaberto para visitações, pensei primeiramente em nossos estudantes, no espaço privilegiado que abriga aspectos importantes da nossa história municipal. É um “prato cheio” para a Sociologia da Turismo, História, Geografia, Folclore etc. Porém, achei muito salutar a crítica em relação ao horário de funcionamento. É isso mesmo! A nossa cidade é turística! É mais do que necessário que o espaço museológico esteja aberto também aos finais de semana para atender os visitantes e os moradores que ousam saber mais da nossa Ubatuba.

                Ah! Há alguns anos, passando pela casa da finada Ivete Maciel, na Enseada, me deparei com lindas canoas em seu interior. Pensei na ocasião se não seria interessante um Museu das Canoas Caiçaras. Não seria legal?


Nenhum comentário: