quarta-feira, 11 de abril de 2012

GRANDES UBATUBENSES.....ELIANA DE OLIVEIRA.....






Guardo com muito carinho em meu coração todas as lembranças que vivenciei com Eliana de Oliveira e no momento toco no seu nome sem nenhum resquício de amargura ou de dor por sua partida no dia 09 de abril de 2005.
É com muita alegria e contentamento que recordo a pessoa maravilhosa que ela foi: inteligente, íntegra e intensa.
Diante da preocupação com os destinos políticos de Ubatuba, com as benfeitorias que poderiam ser implantadas ou de como a população seria beneficiada tomou seu rumo com a melhor das boas intenções, visando um futuro promissor para todos e em momento algum desistiu de nada.
A energia de viver que lhe impulsionava as atitudes era imensa e contagiava quem com ela convivia.




Não importava se como presidente da APAUBA - Associação Protetora dos Animais de Ubatuba estava empenhada em salvar um cachorro atropelado ou se o objetivo era resolver o problema do caiçara despojado de seus bens por algum turista invasor: a compaixão era de semelhante intensidade qualquer que fosse a vítima, pois a vontade de ajudar era incomensurável.
Esse sentimento de altruísmo, próprio das pessoas de bom coração é o ideal para se bem viver, pois concede a quem é solidário o prazer de socorrer, ao mesmo tempo em que ampara o necessitado, num clima de envolvimento tal que não se consegue identificar qual dos dois se sente mais beneficiado.
Assim era ela, sempre feliz!
Uma caiçara simples de sorriso aberto, com iniciativa, criatividade, excelente oratória, apaixonada por sua terra, que também soube enveredar pelos caminhos literários, desenvolver sua potencialidade na arte da gastronomia e sua sensibilidade no toque do violão.
Uma pessoa querida chamada Eliana de Oliveira.

Nota do Editor: Evely Reyes Prado, reyesevely@yahoo.com.br, paulistana, formada em Direito pela PUC-SP, morou em Ubatuba por vinte anos, onde aposentou-se pelo Tribunal de Justiça - SP e foi integrante da APAUBA - Associação Protetora dos Animais de Ubatuba. É autora de contos em Antologias diversas, e dos livros “Tudo Tem Seu Tempo Certo” e “Do Um ao Treze”, encontrados através do sitewww.scortecci.com.br.





FONTE :

Nenhum comentário: