quarta-feira, 14 de setembro de 2011

UBATUBA 1947..... Dr. Lycurgo Barbosa Querido e sua passagem por Ubatuba


Dr. Lycurgo Barbosa Querido



Não devemos e nem podemos jamais deixar de citar a presença marcante do povo taubateano em Ubatuba, representado pelo seu filho maior, o empresário, contador, advogado e jornalista Dr. Lycurgo Barbosa Querido. Após a retomada democrática do poder das mãos dos OLIVEIRAS (Seu Filhinho), em 1947, pelo Dr. José Alberto dos Santos, confiante, o empresário taubateano veio investir em Ubatuba. Dr. Lycurgo inaugurou aqui:
Departamento Imobiliário Central, Sindicato dos Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo. Depois implantou dezenas de loteamentos, dentre eles, destaca-se o Gurilândia Caiçara, com mais de mil lotes. Instalou a primeira companhia telefônica, a "Tupi", que servia a todo o Litoral Norte. 






Construiu monumento ao Cristo Redentor, no bairro do Itaguá e o Condomínio Balneário Piratininga, na praia do Itaguá. Também construiu o Hotel Miramar, o Edifício Itaguá e o primeiro Clube Social - Itaguá Praia Clube, cuja sede ficava onde hoje é o Tom Bar. O conjunto poliesportivo do clube consistia em 2 quadras de tênis, bocha, malha, vôlei, basquete e futebol de salão, localizado onde hoje está instalada a nojenta feira hippie.
Na área da tipografia montou Gráfica Anchieta do Brasil, o Jornal A Tribuna Caiçara em 1948 e o A Tribuna de Ubatuba em 03-07-1951.
Sendo proprietário da Cia. de Táxi Aéreo "Valpar", inaugurou os primeiros vôos regulares entre Ubatuba e São Paulo.
Foi fundador do Rotary Club de Ubatuba e Taubaté, sendo depois Governador do Rotary internacional em 1981 e 1982.
Instalou uma pedreira, sob o gerenciamento do Sr. Thiago Darcy Castilho, para extração e exportação de granito verde, que recebeu o reconhecimento internacional, sendo patenteado de Granito Verde Tipo Ubatuba, o melhor do mundo.
Dr. Lycurgo foi vereador em Ubatuba. Este cidadão taubateano e amante ferrenho de Ubatuba, foi homenageado uma única vez, em 1948, pela Câmara Municipal de Ubatuba, quando recebeu o título de "Cidadão Honorário da Cidade", e depois disso, permaneceu esquecido até os dias de hoje, de 1948 à 2007, ou seja, 59 anos.
Clique aqui para acessar a listagem dos textos (já publicados) da série Construindo o passado II.

Nota do Editor: Francisco Velloso Neto, é nativo de Ubatuba. E, seus ancestrais datam desde a fundação da cidade. Publicado no Almanak da Provícia de São Paulo para o ano de 1873. Envie e-mail parathecaliforniakid61@hotmail.com.

Nenhum comentário: