domingo, 1 de março de 2009

FUNDART INFORMA : noticias sobre a cultura ubatubense...

“Povo que não tem memória não tem nada para contar”
Idalina Graça



4º Festival de Marchinhas Carnavalescas termina com sucesso

No último dia 20 de fevereiro encerrou-se o 4º Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba, que neste 2009 teve 30 composições inscritas, apresentadas em duas eliminatórias nos dias 13 e 14 do mesmo mês, com arranjos do maestro Valdecy dos Santos, com acompanhamento da Banda Maestro Pedrinho.
Grande público compareceu nas três noites à praça da Matriz, com torcidas organizadas que fizeram toda a animação com muitas fantasias e cores.
O primeiro lugar coube à composição Chegou a Hora, letra, música e interpretação de Geraldo Ottoni; 2º lugar, Mariposa, composição e interpretação de Júlio Mendes; 3º lugar, Carnaval, Banda e Pipoca, de Paulo Wladimir Z. da Mota, que ganhou também o prêmio de Melhor Intérprete com Maria Luiza da Motta e Ana Lúcia Gil de Oliveira ; 4º lugar, Amor de Carnaval, também de Geraldo Ottoni e 5º lugar, Tô que Tô, de Leda P. Cardoso interpretação de Leda Cardoso, Vera Tango e Késia., premiada com a Melhor Letra. Neste ano tivemos autores de S. Paulo, Jacareí, Pindamonhangaba, São José dos Campos e Ubatuba e dez composições participaram da final.

Marchinhas: ontem, hoje e sempre

O gênero, vem atravessando muitas décadas e várias composições vêm sendo gravadas em ritmos diferentes por grandes intérpretes da MPB. Elis Regina foi uma delas, dado o valor de grande parte dessas composições.
Para Pedro Paulo, presidente da Fundart, “as marchinhas e sambas de carnaval são registros do cotidiano brasileiro através dos tempos e expressam a dor, a tristeza, a alegria, o amor... sempre com graça, ironia e mesmo sátira, de forma sadia, em diferentes leituras do cotidiano sentimental brasileiro” e acrescenta: “O Carnaval (Festival de Marchinhas e Carnaval Histórico), que somaram 7 noites de alegria sem violência nenhuma, deveu-se em grande parte ao fato de que a todo momento o conteúdo/melodia das composições chamavam sempre para as brincadeiras e ironias alegres habitantes do inconsciente coletivo”, disse Pedro Paulo.

Festival homenageia figuras da nossa cultura popular

Em seus quatro anos de realização o Festival de Marchinhas Carnavalescas de Ubatuba vem homenageando figuras da nossa cultura popular: Ney Martins, Dona Ophélia, Amaro, Bimba, Mestre Veiga, João Alegre e outros. Neste 2009 os ícones João Paulino e Maria Angu, bonecões da categoria Gigantes de Cortejo, fizeram a decoração do Carnaval de Ubatuba, tanto na praça da Matriz como na Avenida Iperoig.
Prefeitura à frente, com a Fundart e a Secretaria de Turismo, juntas, somaram esforços para fazer o Carnaval/2009, que apresentou festa para todos os gostos, lotando os locais onde reinaram os folguedos de Momo.

Carnaval Histórico na sequência natural do Festival de Marchinhas

De 21 à 24, mais uma edição 3ª do Carnaval Histórico lotou a praça da Matriz durante as quatro noites. Referência importante foi a ausência total de qualquer tipo de ocorrência. Moradores de Ubatuba e Turistas brincaram pra valer numa festa que reuniu crianças, jovens e adultos em sintonia com a alegria

Um comentário:

manaus disse...

não foi citado o nome do sr Davi Alenxandrino que recuperou a canoa Maria Comprida em 1987 depois em 1995 cedeu a canoa para o sr Magalhães eu Edevaldo Souza bourget o ajudei na recuperação