sexta-feira, 25 de abril de 2008

FUNDAÇÃO DE ARTE E CULTURA DE UBATUIBA INFORMA :

Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba “Povo que não tem memória não tem nada para contar”

Idalina Graça


Oficina de Dança da Fundart em São José dos Campos no 20º Prodansp Brasil



O ballet da Fundart estará se apresentando nesse domingo, 27, em São José dos Campos, no importante no 20º Prodansp Brasil. O grupo levará 9 coreografias: Pétalas, Vivendo Dançando...Vivaldiando, O Quebra Nozes, O Corsário, Bela Adormecida, A Florista, Uma Pequena Boneca, Giselle 1º Ato, Nos Acordes com Ravel e Por um fio.

Brevemente o público de Ubatuba terá oportunidade de apreciar o desempenho da premiada Oficina de Dança, em evento que está sendo preparada pela Fundação, e que reunirá nossa cultura, do clássico ao pop.



Fundart no Ipiranguinha


A Festa do Trabalhador do Ipiranguinha terá apoio cultural da Fundart. O grande evento de 1º de Maio, além da Prefeitura Municipal, contará com apoio da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba, juntamente com a Associação de Amigos do Ipiranguinha.



Música no Fórum – 1º de Maio



No próximo dia 1º de Maio, no antigo Fórum, às 20h00, à Praça Nóbrega, 54 – Centro.

A convite de Thomas Rohrer (músico suíço, saxofonista e rabequeiro, residente no Brasil desde 1995), Hans Koch vem ao Brasil com o apoio da Suisa, Fundação Avina Stiftung e da Swiss Airlines e apresenta-se no Centro Universitário Maria Antonia, no Teatro X - em programação extra-oficial à Virada Cultural - e na Galeria Vermelho. Em Ubatuba, Litoral Norte de São Paulo, a apresentação acontecerá na Casa de Cultura Sidney Martins Leme (Antigo Fórum).


Casa de Cultura Sidney Martins Leme (Antigo Fórum)

Dia 1º de Maio, às 21h00.

Praça Nóbrega, 54 – Centro.

Ingressos: R$ 3,00.


Ingressos antecipados e informações com:


Patrícia Cabral - 12 - 91788452
Paulinho Dalua - 12 - 91316929
Virgílio Portes - 12 - 91490317
Marilena Cabral - 12 – 97697575


O NUVEM - NÚCLEO DE VALORIZAÇÃO E EXPRESSÃO MUSICAL - é responsável pela realização do evento em Ubatuba, contando com o apoio de:
FUNDART - Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba - www.fundart.com.br; Pousada Recanto das Palmeiras - www.recantodaspalmeiras.com.br; Terra Papagalli Restaurante - (12) 38321488; Senzala Restaurante e Pizzaria - www.restaurantesenzala.com.br; Restaurante Pizzaria Perequim - (12) 38321354; Pizzaria São Paulo - (12) 38327457; O Rei do Peixe Restaurante - www.reidopeixe.com.br; Ubatuba Automóveis - (12) 38326988.



Hans Kock


Hans Koch (1948) foi clarinetista clássico até o final da década de 1970. A partir daí, ele se aproximou do free jazz, da improvisação livre e de outras formas da música de vanguarda. Toca com músicos como Cecil Taylor, Butch Morris, Barry Guy, Phil Minton, David Moss e Fred Frith. Desde 1990, trabalha com o trio Koch - Schütz - Studer, onde toca clarinete, clarone e saxofone. No grupo, conjuga improvisação e composição; analógico e eletrônico; música culta e música popular.



Thomas Rohrer



Thomas Rohrer nasceu em Basiléia na Suíça, iniciou seus estudos musicais como violinista e estudou saxofone com Othmar Kramis na escola de jazz de Lucerna. Desde 1995 vive no Brasil e hoje transitando entre a improvisação livre e a música regional brasileira.

Thomas colabora em gravações e apresentações de Zé Gomes, A Barca, Carlinhos Antunes, Ceumar, Quarteto Original, Zeca Baleiro e Chico Cesar no Brasil e com John La Barbera, Sendebar, Mark Dresser, Alexandra Montano e Chris Stout entre outros no exterior.

No campo da Improvisação livre tem colaborações internacionais com o baixista brasileiro residente em Londres Marcio Mattos, o vocalista inglês Phil Minton e a cantora kazakha Saadet Türköz entre outros. No Brasil colabora com os Antônio "Panda" Gianfratti, Célio Barros, o coletivo paulista Abaetetuba, Miguel Barella, Maurício Takara entre outros.

Desenvolve também colaborações interdisciplinares com a artista plástica Patrícia Osses e contribui para a realização de trilhas sonoras para teatro, rádio e cinema.



Banda Sinfônica na Maranduba


Domingo, 04 de maio, o novo projeto da Fundart, Banda no Bairro, estará contemplando a Maranduba, na Praça de Eventos do bairro, a partir das 10h00. Além do Ipiranguinha, a Banda Sinfônica esteve no último domingo no Sertão do Ubatumirim no I Fandango Caiçara onde executou repertório regional.



Bem sucedido I Fandango terá segunda edição



O I Fandango Caiçara, realizado no último fim de semana, dias 19 e 20, reuniu centenas de pessoas, que foram ao Sertão do Ubatumirim, somente para prestigiar a cultura caiçara, com suas comidas, músicas e danças típicas. Durante os dois dias de festa, violeiros e grupos de danças se revezaram no palco, atraindo a atenção do público. O evento foi uma realização das comunidades da região norte, em parceria com a Prefeitura de Ubatuba, por meio da Fundação de Arte e Cultura e da Administração Regional Norte.

O prefeito Eduardo Cesar esteve na festa e prestigiou algumas das delícias servidas, como a costela no bafo com mandioca e a polpa da semente Juçara, parecida com o açaí. “Tenho muito prazer em participar das festas tipicamente caiçaras, porque reencontro velhos amigos e me emociono com as manifestações culturais. A comida também é sempre farta e muito gostosa.”

O cardápio caiçara - A Festa teve início com a apresentação dos jovens do Projeto Guri – Pólo do Quilombo da Fazenda. Sob o comando do professor Samuel Dutra, os alunos apresentaram ritmos variados da cultura afro-brasileira, aprendidos na Oficina de Tambores. Também aconteceram apresentações da dança “bate-pé”, conhecida como Xiba, com caiçaras da Praia Vermelha do Norte e do Prumirim. A Congada de São Benedito ficou por conta da Comunidade do Puruba, comandada pelo “Seo” Benedito Fernandes.

Depois das apresentações no palco, o público também caiu na folia, “batendo pé” com as danças típicas dos caiçaras, como a ciranda, a cana verde, a canoa e a dança do caranguejo. Os músicos também encantaram o público, com modas de viola e repertório regional. Destaque para as duplas Acauã e Pantanal, Rikson e Hanson, o cantor popular, Maverick, o grupo Fandango Caiçara e a Banda Sinfônica Lira Padre Anchieta, que executou um repertório especial para a Festa.

Na opinião do presidente da Fundart, Pedro Paulo Teixeira, o Fandango Caiçara tem um grande potencial turístico, além de servir de estímulo para a preservação da cultura local. “Este tipo de evento é muito importante para divulgar e manter as nossas tradições. A parceria entre comunidade e poder público faz com que essas manifestações, que aconteçam nas vilas e comunidades tradicionais, possam ser prestigiadas e mais conhecidas por todo o público.”







Programação Final de Semana:



25 – Sexta-feira
9h00, 14h00 e 20h00 – Recital Pedagógico – Sexteto Caiçara

Auditório Fundart





Acesse nosso site:
www.fundart.com.br
Nossa cultura em um clique!

Nenhum comentário: